Grande Rio Fm

Mais de 41 mil pessoas se reúnem para ouvir o Evangelho em cruzada na Venezuela

Mais de 41 mil pessoas se reúnem para ouvir o Evangelho em cruzada na Venezuela

Uma multidão de mais de 41 mil pessoas se reuniu para ouvir o Evangelho em uma cruzada na Venezuela, no último final de semana de junho.

Em parceria com a Billy Graham Evangelistic Association, o Festival da Família levou muitos venezuelanos a Jesus, na cidade de Maturín, no nordeste do país.

Centenas de igrejas locais se uniram em oração e trabalharam juntas para realizar o evento, que incluiu uma programação infantil no sábado.

No domingo, o evangelista David Ruíz pregou as Boas Novas e lembrou que Cristo recebe todas as pessoas de braços abertos.

"Deus te acolhe como você é branco, preto, com cabelo comprido, com cabelo curto. Deus te fez, e Ele te ama como você é”, declarou.

As palavras do pregador tocaram poderosamente Joanna*, que compareceu ao evento a convite de sua vizinha cristã Lisbeth, que orava pela salvação da jovem há anos.


Festival da Família com David Ruíz. (Foto: Billy Graham Evangelistic Association).

A jovem luta contra a depressão e a baixa autoestima, após seu ex-namorado terminar com ela, afirmando que não era uma mulher bonita.

"Até digo para mim mesma que sou feia. O que mais me motivou a vir aqui esta noite é que minha autoestima está no fundo do poço”, contou ela.

Mas na cruzada, a jovem, uma mãe solteira, conheceu o amor do Pai celestial que perdoa e restaura, e aceitou Jesus como seu Salvador.

"Percebi que precisava me arrepender e ir a Deus. Tenho chorado muito, todos os dias. Todos esses dias eu me sentia mal, deprimida. Mas hoje senti aquele empurrãozinho. Deus meio que me empurrou hoje para recebê-lo”, confessou Joanna.

E declarou: "Quero ir à igreja e buscar a Deus, porque Deus te transforma. E eu tenho fé em Deus, que Ele vai me mudar".

"Não há festa no Céu quando alguém se casa, ou quando alguém compra uma casa ou um carro. Mas há uma festa no Céu quando um pecador se arrepende”, afirmou o evangelista Ruíz.

Perseverança em pregar

Para Lisbeth, a cruzada evangelística em sua cidade é resposta de anos de oração dos cristãos locais.

"Acredito que a história de Joanna prova que não devemos perder a esperança. Quando você compartilha o Evangelho e encontra resistência, e vê que os anos passam e a pessoa ainda não vem a Cristo, não desista!”, encorajou ela.

E concluiu: “Orem ainda mais, porque mais cedo ou mais tarde Deus trará mais um para o Reino dos Céus. Devemos lembrar que Deus está contando conosco para levar esperança às pessoas que não a encontrarão em nenhum outro lugar do mundo”.

*Nome alterado por privacidade.

NOTÍCIAS MAIS LIDAS